próximos EVENToS: 

 

04/03/17:  Palestra "Outros olhares sobre a Pixação"

 

 Siga o ARdepixo: 
  • Facebook B&W
  • Instagram B&W
quem somos: 

 

O ArdePixo é um coletivo formado por pessoas interessadas na produção de conteúdo, promoção de ações educacionais e de conscientização, produção artística e ativismo sobre a pixação de São Paulo e sobre como a cidade é vivenciada pelo esse grupo de pessoas, que escolheu esse modo de expressão para se manifestar no espaço público.

 

Além de um canal de visibilidade da estética e contextos da expressão na cidade, o ArdePixo é também um canal de debate, que traz à tona diversos olhares como de pixadores, acadêmicos, jornalistas, críticos ou qualquer cidadão que tenha interesse em discutir a questão de forma tolerante e democrática, pessoas que atuam na rua ou não, e que nem sempre contam com espaços de voz (não editada) nas grades mídias.

 

O ArdePixo é também um canal de produção de conteúdo de arte, política e ativismo – pois tudo isso é o universo do pixo. Não acreditamos em visões neutras sobre os fatos e não temos a pretensão de ser neutros em nosso conteúdo, mas de produzir, coletar e reunir materiais que possam fazer emergir perspectivas que até então não foram exploradas ou não foram mostradas.

 

Aqui você verá outros olhares e outras vozes sobre a pixação de São Paulo. 

 POSTS recentes: 

31.08.2017

Please reload

Oficina "Registro e produção de imagens de arte tipográfica urbana" - SESC 24 de Maio/SP

 

Finalizamos mais um trampo na semana passada, caminhando no objetivo de inserir o debate (legítimo da rua®) sobre a pixação de SP na visão dos manos do SPixo e Pixoação (convidados dessa edição), em instituições culturais e educacionais, ampliando o entendimento da galera sobre a cena, com a participação de quem atua pelo movimento.

 

Agradecemos muito aos presentes na oficina do ArdePixo e à equipe do Sesc 24 de Maio, numa troca muito rica para todos nós. Partilhamos aqui as impressões de uma das participantes, a Beatriz @ayresbea (valeu Bia!!):
“Embora eu já tivesse um interesse pela “arte tipográfica urbana”, a forma como o assunto foi trazido por vocês me levaram a reflexões muito mais vastas. Em primeiro lugar, foi muito bom ouvir sobre os valores estéticos pela qual o pixo está incumbido, esses valores que muitas vezes se configuram propositalmente, e algumas outras vezes aparecem incorporados à arquitetura da cidade. Em segundo, a ênfase dada acerca do respeito, seriedade e responsabilidade que se deve ter ao fazer o registro tipográfico da obra de um outro artista. Também foi muito interessante conhecer as técnicas utilizadas pro registro fotográfico e audiovisual no trabalho do Ardepixo.”

 

Se você (pixador/a ou público) quiser participar das nossas próximas atividades, dê um salve pra gente, siga nossas páginas na web, no face e no insta (@ardepixo). 
Resistência e perseverança! Vamo com tudo!

 

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload